Siglas e termos para corretores de imóveis

Tempo de leitura: 3 minutos

Assim como em outras áreas, o mercado imobiliário também possui gírias e siglas específicas. Especialmente para você que está fazendo o curso para ser corretor, ou pensando em fazer, nós preparamos siglas e termos para corretores de imóveis. Você chegará para trabalhar, já habituado e usando essas expressões!

Confira 11 siglas e termos para corretores de imóveis

  1. VGV: Valor Geral da Venda, é a soma de todas as unidades de determinado empreendimento. Exemplo: a construtora “C” pretende lançar um empreendimento com 70 apartamentos, no valor de R$ 350.000,00 cada. O VGV deste empreendimento é de R$ 24.500.000,00, ou seja, ele tem o potencial de gerar R$ 24.500.000,00 em receitas. Isso não significa que é um cálculo fechado, esse valor pode variar de acordo com as negociações. Mas, o indicador auxilia na identificação do potencial comercial do empreendimento.
  2. ITBI: Imposto de Transmissão de Bens Imóveis, é um tributo municipal e pago na aquisição do imóvel, a venda só poderá ser concluída após o pagamento desse imposto. O valor do ITBI pode variar de acordo com os municípios.
  3. INCC: Índice Nacional de Custo da Construção, tem a finalidade de anteceder os custos das construções habitacionais. É utilizado nas correções dos contratos de compra de imóveis, enquanto ainda estão sendo construídos.
  4. RI: Registro de Incorporação, é o que garante algumas questões referentes ao empreendimento. É nesse documento que constam todas as especificações como: área de lazer, vagas de garagem, áreas comuns, salões de festas, número de elevadores e outras.
  5. Memorial Descritivo: Documento que descreve, detalhadamente, as fases e materiais utilizados no projeto bem como a sua ficha técnica. Aconselhamos que o corretor de imóveis tenha sempre uma cópia digital disponível desse documento, pois é um dos mais solicitados pelos compradores.
  6. Habite-se: Emitido pela prefeitura, é um atestado de que o imóvel foi construído segundo as exigências do RI. Após essa certificação, o imóvel pode ser habitado e financiado.
  7. Imóvel Pronto: Em alguns casos, é o imóvel que pode ou não ter sido habitado, mas que ao invés pertencer a uma construtora é propriedade de uma pessoa física.
  8. Imóvel na Planta: Termo popular para imóveis intermediados, na fase de lançamento, antes do início de sua construção.
  9. Oferta Ativa: É o telemarketing ativo voltado para prospecção de possíveis clientes, antecipando a intenção de uma possível visita a um imóvel. Quando feita de maneira invasiva e sem preparo pode ser negativa tanto para corretor quanto para a imobiliária.
  10. Fifty: Do inglês, traduz-se 50, mas no mercado imobiliário podemos interpretar como 50% (metade). É a venda dividida, quando os corretores de imóveis atenderam a mesma pessoa e dividiram a comissão.
  11. Lead: Cada vez mais utilizado por corretores de imóveis, é um contato de cliente interessado em atendimento sobre determinado imóvel, ou seja, um cliente potencial para fechar negócio. Com a utilização dos sites imobiliários, os leads fazem parte do cotidiano.
  12. Extra → Bulula: é o termo utilizado para clientes que tiram o tempo do corretor de imóveis, visitam o imóvel, coletam todas as informações de pagamento, entram em contato várias vezes e acabam não comprando.

E você, tem algumas siglas e termos para corretores de imóveis para compartilhar com a gente? Conte nos comentários quais você mais utiliza.

Siglas e termos para corretores de imóveis banner

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>